Mealheiro #49: O cisne negro

Confiar no futuro, mas pôr a casa no seguro

Nassim Taleb define no seu livro The Black Swan que um evento do tipo cisne negro é:

um acontecimento altamente improvável e que, depois do ocorrido, leva as pessoas a tentarem justificar a sua previsibilidade, quando, na verdade, não o é.

Segundo Taleb, há 3 condições que definem um acontecimento deste género:

  1. Imprevisibilidade: deve ser imprevisível, e apanhar as suas “vítimas” de surpresa. Um exemplo é o ataque a Pearl Harbor, em 1941;

  2. Impacto alto: deve ter consequências severas e de grande amplitude, geralmente a um nível global ou, pelo menos, regional. Por exemplo, a crise financeira de 2007-08;

  3. Justificação fácil, em retrospetiva: deve ser algo que se torna bastante fácil de explicar, por qualquer pessoa, após a data do acontecimento.

Porque é que isto é importante? No que toca a investimentos, é rara a semana em que não se fala sobre uma possível próxima crise. O fim do mundo está sempre à porta, e temos que nos defender, e ao nosso capital, contra eventos que possam ter um grande impacto na nossa vida. Contudo, o problema deste género de narrativa é que é praticamente impossível prever acontecimentos deste género.

Qualquer mercado financeiro é afetado por todo o tipo de situações. Recessões, quedas acentuadas, ou bolhas podem ser relativamente previsíveis. Contudo, situações como o 11 de setembro, ou a atual pandemia, estão longe de se poderem adivinhar.

Todos nós gostaríamos de poder saber o futuro, mas não podemos. Ninguém tem uma bola de cristal. Podemos, até certo ponto, prever algumas coisas, mas não cisnes negros. E, mesmo conseguindo prever como certos eventos podem afetar os nossos investimentos, é pouco provável que consigamos fazer com que isso jogue a nosso favor. Nas raras ocasiões em que conseguimos, o provável é que isso seja resultado de sorte, e não propriamente da nossa capacidade analítica.

Focus on time in the market, not timing the market.

No final do dia, é praticamente impossível ser à prova de um cisne negro. Verdade seja dita, a previsão mais confiável é provavelmente a de que o futuro continuará a ser um mistério, pelo menos em parte.

E que conclusão é que podes tirar disto tudo? Descomplica. Não podes adivinhar o futuro, por isso define a tua estratégia de investimento - aquela que te deixa mais confortável - e simplesmente segue-a. Não penses demasiado no que fazes. Deixa o dinheiro trabalhar por ti. E, no caso excecional em que ocorra um cisne negro, respira fundo, avalia as tuas opções, e não tomes decisões precipitadas.


Espero que tenhas gostado 😃 A tua opinião ajuda-me a melhorar, por isso diz-me o que achaste!

Adorei | Gostei | 50/50 | Meh | Péssimo

É um prazer ter-te desse lado, e obrigado por leres. Conheces alguém que poderia beneficar com este artigo?

Partilhar

E, caso ainda não o tenhas feito, não te esqueças de subscrever. Obrigado.