Mealheiro #16: Oh oh... ou 12 ideias para controlar custos no Natal

Não há ano, afinal, que não tenha o seu Natal

O Natal 🎁

Aquela época do ano que se tornou sinónimo de capitalismo. Black Friday, Cyber Monday, and everything in between. O consumismo imparável, e a publicidade sempre presente que diariamente nos lembra que ainda não gastamos dinheiro suficiente.


O Natal é uma época para família e amigos, uma época para refletir sobre o ano que passou: o bom, o mau, e o não tão bom. Mas é difícil não nos deixarmos levar pela corrida das compras de Natal, para comprar os melhores presentes ou para recebermos os nossos familiares. Por isso, hoje trago-te algumas dicas para ajudar a aliviar o stress financeiro que a época festiva traz:

  1. Lembra-te do que é importante: o Natal é, acima de tudo, uma época para estar com a tua família e os teus amigos;

  2. Foca-te no que consegues fazer: ficar preocupad@ por expectativas sociais e materialistas mata o espírito natalício e pode-te fazer odiá-lo. Concentra-te no que podes fazer - e não no que não podes;

  3. Cria um orçamento: não tenhas medo de cortar onde consegues! Que tal, ao invés de todos comprarem prendas para todos, organizarem um Pai Natal secreto? E, mesmo quando tens que comprar prendas, tenta perder algum tempo online para tentares encontrar as melhores ofertas. E evita pagar o que seja com cartões de crédito;

  4. O Natal é para as crianças: os adultos aguentam bem sem presentes;

  5. Evita fazer compras em horas de ponta: escolhe horários mais calmos para evitar multidões. É mais fácil tomar decisões inteligentes quando não estás stressad@ ou sob pressão;

  6. Faz um pouco de cada vez: distribui a compra de prendas e de comidas e bebidas pelo mês;

  7. Define prioridades: faz uma lista de pessoas a quem pretendes oferecer prendas, e atribui prioridades. Compra para as primeiras pessoas na lista, e vai gerindo o teu orçamento conforme;

  8. Aprende a dizer “não”: não tenhas medo de dizer “não” a familiares ou amigos. As pessoas podem ser exigentes no Natal, mas também podem ser compreensivas. Se explicares que não tens dinheiro este ano, elas hão-de entender. Algumas podem até ficar aliviados e admitir o mesmo;

  9. Gere expectativas: especialmente com crianças, visto que estas costumam ser as mais sensíveis à publicidade forçada desta época;

  10. Sê criativ@: faz as tuas próprias prendas! Frequentemente, estas são mais valorizados do que qualquer coisa comprada numa loja;

  11. Distribui responsabilidades: assumir todo o trabalho também pode significar pagar a conta. Se, por exemplo, estiveres a organizar um jantar, pede a todos que tragam um prato ou uma bebida;

  12. Prepara-te com antecedência: começa a planear para o próximo ano. Anota os teus gastos deste ano e comece a poupar dinheiro em fevereiro ou março. Pode ser tão simples como poupar alguns trocos todos os meses, ou adicionar 10 € por semana a uma conta poupança. Isso pode-te ajudar imenso no próximo ano!

Lembra-te que o Natal é muito mais do que consumo, consumo, consumo. E, da próxima vez que estiveres a fazer compras, pensa:

F***-se, mas eu preciso mesmo de comprar isto?

Bom Natal! 🎄🎄🎄


Já agora, e visto que é Natal, porque não oferecer conhecimento? Financeiro, de preferência. Seguem aqui umas ideias, se precisares de alguma inspiração! 😄


Obrigado por leres.

Era espetacular se pudesses partilhar isto com amigos ou conhecidos. Ou no Twitter, no Facebook, o que seja!

Ah! E se ainda não o fizeste, não te esqueças de subscrever! Até à próxima 😉