Mealheiro #10: No planear é que está o ganho

Tempo é dinheiro, o resto é conversa

Dinheiro parado é dinheiro perdido.

Basicamente, se o teu dinheiro não está a gerar um rendimento superior ao valor da inflação, então amanhã não vai valer nem mais, nem o mesmo, que vale hoje. Vai valer menos! Vamos mudar isso?

Pode haver variadas razões pelas quais não estás a cuidar bem do teu dinheiro. Independentemente da razão, a melhor forma de conseguires dar a volta a isso é ter um plano de ação:

  1. Paga os teus empréstimos: os teus empréstimos hão de ter sempre prioridade. A última coisa que queres é atrasar pagamentos. Contudo, deves dar especial atenção a empréstimos com taxas de juros altas (> 3% ou 4%). Consegues acelerar o pagamento dos mesmos? Ou, quiçá, renegociar os mesmos?

  2. Cria um fundo de emergência: é sempre bom ter de parte algum dinheiro que esteja facilmente acessível, para o caso de ocorrer alguma emergência. A quantidade de dinheiro a ter de parte é sempre relativa, e cada pessoa há de saber com o que é que se sente mais confortável. As recomendações variam entre ter, no mínimo, o equivalente a 3 meses de despesas, até 12 ou mesmo 24 meses;

  3. Poupa para um crédito habitação (ou similar): todos temos objetivos de vida, e algumas vezes esses objetivos implicam ter algum dinheiro de parte para poder pedir créditos elevados. Se estás a planear, por exemplo, comprar casa, então pode fazer sentido criares uma poupança específica para este objetivo;

  4. Investir, e fazer o teu dinheiro trabalhar por ti: depois de teres tratado de todos os pontos mencionados acima, estás preparad@ para começar a pensar no teu futuro num horizonte mais alargado. Contudo, isto pode ser um passo demasiado grande para algumas pessoas, e cada uma terá uma personalidade diferente no que toca a investimentos. Se ainda não estás preparad@ para isso, aconselho-te a ires dar uma vista de olhos ao Mealheiro #3 ou ao Mealheiro #9. Pode ser que te inspire 😉

E é isto! Um bocadinho de gestão e planeamento pode-te levar bastante longe no teu caminho para a independência financeira 😀

Até à próxima!